Smart Office: Modelo proporciona benefícios para colaboradores e empresas

Que a pandemia de Covid-19 provocou diversas alterações no mundo do trabalho, não é novidade. Também já é sabido que esse período acelerou ainda mais o avanço da tecnologia, e uma das consequências dos fenômenos que vivenciamos nos últimos dois anos, foi o fortalecimento do que chamamos de Smart Office.

Baseando-se no conceito das casas inteligentes, o Smart Office utiliza a tecnologia no ambiente de trabalho, para agilizar processos e fazer com que os colaboradores possam ser mais ágeis em suas rotinas, substituindo ou até excluindo tarefas manuais para que os profissionais possam concentrar seus esforços em outras áreas.

De acordo com o Relatório Global Smart Office, a tendência é que o setor cresça exponencialmente entre 2022 e 2025 e que o modelo seja aplicado inclusive em coworkings e áreas de trabalho em condomínios residenciais.

Pensando nisso, a RealNetworks, responsável pelo software de visão computacional e inteligência artificial, SAFR, listou 3 benefícios que o Smart Office pode proporcionar, tanto para os profissionais quanto para as empresas. Confira:

  1. Bem-estar e produtividade. Um bom projeto de Smart Office prevê soluções para aliviar as cargas cognitivas e físicas dos funcionários, como excluir da rotina as tarefas repetitivas, por exemplo. Isso faz com que o profissional se sinta menos estressado com as demandas e consiga realizar suas atividades com excelência. O tempo poupado por não precisar ficar em busca de salas de reuniões e outros afazeres burocráticos, por exemplo, reduz a frustração e reflete diretamente na produtividade.
  2. Identificar atividades suspeitas. É possível, e recomendável, usar a tecnologia para promover a segurança no escritório. Existem softwares que são incorporados em campainhas com vídeos e outros tipos de câmeras internas e externas, bastante usados em projetos de monitoramento doméstico. No caso dos Smart Offices, esses programas servem para gerenciar o banco de dados dos funcionários e enviar alertas sobre atividades suspeitas. Com esses recursos, é possível prevenir invasões, tanto do sistema, quanto do ambiente físico, e evitar assaltos e até sequestros.
  3. Atração e retenção de talentos. Todos os profissionais atualizados estão familiarizados com a tecnologia e, inclusive, na maioria dos casos já utilizam aplicativos e outras soluções digitais em suas vidas pessoais. Por isso, essas pessoas costumam se sentir atraídas por empresas que utilizam ao máximo a tecnologia para otimizar o trabalho, e que lhes oferecem um ambiente dinâmico e moderno para que possam desenvolver suas habilidades. Esses pontos têm um peso muito grande no momento de avaliarem uma proposta de trabalho e podem ser responsáveis pela manutenção dos colaboradores a curto, médio e longo prazo.