Uma das principais vias de acesso às universidades brasileiras, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) está encerrando as inscrições para a prova, que será realizada em novembro. Faltando 6 meses para as provas, agora é hora do estudante se preparar para o ENEM.

Além de criar uma rotina de estudos, treinar o raciocínio e a concentração são itens fundamentais para obter bons resultados.

“O cérebro precisa tanto de estabilidade quanto de desafio; isto significa que o ambiente da aprendizagem precisa fornecer estabilidade e familiaridade. E é por isso que variedade, novidade e grau de desafio crescente devem ser os princípios de um ambiente de aprendizagem motivador, dinâmico e criativo”, diz Solange Jacob, diretora pedagógica nacional do Método SUPERA.

Para isso, o Método SUPERA, rede de academia de ginástica para o cérebro, listou 6 dicas valiosas para aqueles que desejam garantir uma vaga na universidade dos sonhos por meio do ENEM:

1 – Faça um plano de estudo organizado
Faça um plano de estudos que compreenda até três disciplinas diferentes por dia. O ideal é mesclar conteúdos de diferentes áreas; humanas ou exatas. O ideal é sempre iniciar os estudos com as matérias e disciplinas que possui mais dificuldade, que exigirá mais tempo, atenção e dedicação. A partir do momento em que criamos um plano, ativamos as funções executivas do nosso cérebro, que são fundamentais para criarmos mais disciplina e ativarmos as conexões neurais, trazendo mais rapidez de raciocínio e concentração para realizar as tarefas.

2 – Atualize-se e escreva
Assim como em todos os vestibulares, a prova do ENEM é baseada em fatos da atualidade; principalmente, o tema da redação. Por isso, esteja atento; assista e leia aos jornais, que irão te ajudar a articular um bom texto. O ideal é ter a prática de fazer uma redação por semana, com temas que foram destaques na mídia.

3 – Adapte o seu método de estudo
Cada pessoa se dá melhor e se torna mais produtivo com um método de estudo. Seja fazendo resumos, leituras em voz alta, lembretes e post-its, associações mentais, músicas com fórmulas, grupo de estudos… De nada adianta decoreba! Cada método específico exige atenção; e por isso é fundamental estarmos com nossa mente ativa para termos um bom êxito na rotina de exercícios e estudos diários.

4 – Vá no seu ritmo
Muitos acreditam que estudar até o último segundo antes da prova trará bons resultados e fará com que o conteúdo esteja fresco na nossa mente, mas não é bem assim. O aluno que intensificar os estudos até o dia da prova, estará cansado e esgotado até novembro. O ideal é não tentar aprender em cima da hora o que não foi aprendido, praticar alguma atividade física leve, manter uma alimentação saudável e, principalmente, ter boas noites de sono.

5 – Faça ginástica para o cérebro
A prática da ginástica cerebral aliada aos estudos poderá potencializar sua performance e trará grandes benefícios no raciocínio, concentração, memória e criatividade. O Método SUPERA, rede de academia de ginástica para o cérebro, oferece um curso com diversas ferramentas específicas para a melhoria das funções cognitivas; como jogos de raciocínio, uso do ábaco e exercícios mentais, chamados de neuróbicas. O resultado dos exercícios para o cérebro é refletido na melhora das habilidades cognitivas, além de mais autoestima, que influencia positivamente o processo de aprendizado e, consequentemente, bons resultados na hora da prova.

6 – Divirta-se e relaxe
Sabemos que ter o máximo de atenção e disciplina nos estudos é fundamental para conseguir o objetivo de conseguir a tão sonhada vaga em uma faculdade. Porém, o cérebro pode ficar sobrecarregado e não assimilar os conteúdos da forma adequada. É por isso que as horas de lazer são fundamentais; praticar esporte, ter interações sociais com família e amigos, praticar algum hobbie, assistir filmes… São nesses momentos que o cérebro assimila os conteúdos em nossa memória; até porquê, qualidade de vida é sinônimo de saúde cerebral.

 

 

ODebate.com.br