O abate de bovinos cresceu 1,4% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2017, atingindo 7,50 milhões de cabeças. No primeiro trimestre de 2018, foram abatidas 10,53 milhões de cabeças de suínos, representando uma queda de 4,7% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 0,5% na comparação com o mesmo período de 2017.

 

No primeiro trimestre foram abatidas 1,4 bilhão de cabeças de frangos, uma queda de 2% na comparação com o mesmo período de 1017.  Os primeiros resultados das pesquisas trimestrais foram divulgadas ontem (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Já a aquisição de leite, no primeiro trimestre, chegou a 6,1 bilhões de litros, o melhor resultado para o período desde 2016, representando uma alta de 4,1% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Com relação ao trimestre anterior, a redução foi de 6,9%.

 

Os dados indicam que de janeiro a março, a produção de peças de couro cresceu 1,4% frente ao primeiro trimestre do ano passado, mas recuou 3,3% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

 

A produção de ovos subiu 5,2% comparada a primeiro trimestre de 2017, totalizando 831,31 milhões de dúzias, e recuou 2,6% em relação ao trimestre anterior. Segundo o IBGE, o volume é recorde para um primeiro trimestre desde 1987.

Abate de Bovinos

No primeiro trimestre deste ano foram abatidas 7,50 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária. O número foi 6,9% menor que o registrado no trimestre imediatamente anterior e 1,4% maior que a do primeiro trimestre de 2017.

 

A produção de 1,83 milhões de toneladas de carcaças bovinas no primeiro trimestre deste ano recuou 10,0% em relação ao quarto trimestre de 2017 e subiu 1,8% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Suínos

No primeiro trimestre de 2018, foram abatidas 10,53 milhões de cabeças de suínos, representando queda de 4,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior e aumento de 0,5% na comparação com o mesmo período de 2017.

 

O peso acumulado das carcaças alcançou 938,96 mil toneladas, no 1º trimestre de 2018, representando queda de 4,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior e aumento de 4,3% em relação ao mesmo período de 2017.

 

Frangos

No primeiro trimestre de 2018 foram abatidos 1,47 bilhão de frangos. O resultado significa aumento de 2,6% em relação ao trimestre imediatamente anterior e queda de 2,0% na comparação com o mesmo período de 2017.

 

O peso acumulado das carcaças foi de 3,47 milhões de toneladas no primeiro trimestre de 2018, um aumento de 3,5% em relação ao trimestre anterior e de 1,7% na comparação com o  mesmo período do ano passado.

 

Agência Brasil